Friday, November 23, 2007

Horizontes III

.
... jornada após jornada,
Eridanus medita disciplinado na injunção que lhe é dirigida,
de que seja um vivente.
.

Comovido assim, pelo
Amor que move o Sol e os outros astros,
ele assume a tarefa prescrita como auto-revelação
em si mesmo
da Vida que o comanda a esse amor,
da Vida que nisso se lhe doa e o gera.


Eridanus descobre-se, nisto,
a si mesmo como dívida para com os entes que lhe são queridos;
uma dívida urgente e cuja demora de ressarcimento o diminui a ele próprio,
não só aos seus olhos reais,
mas também aos olhos possíveis de Deus.

... ah,

- Isto pode não ser assim, mas penso que é meu dever crê-lo.


... porque o puro impulso moral está orientado para a incondicionalidade; para ele o tempo não existe, e o futuro torna-se para ele em presente, logo que tenha de desenvolver-se necessariamente a partir do presente. Perante uma razão que não conhece limites, a orientação equivale à consumação, e o caminho terá sido percorrido mal tenha sido iniciado.



Envolto na bruma do seu próprio mistério, Eridanus flui

... até que, diante de si,
evanescem os horizontes do mundo;
próximos, oh!, tão próximos que se não deixam agarrar,
eis que se erguem horizontes de vida eterna!


*
*
Fontes:
-
Do texto: Michel Henry, «Éthique et Religion dans une Phénoménologie de la Vie», in Phénoménologie de la Vie, Tome IV, Sur l'Éthique et la Religion, PUF, 2004; Dante Alighieri, A Divina Comédia; Teresa Rita Lopes, Pessoa por Conhecer, Estampa, 1990; José Ribeiro Dias, A Educação do Ser Humano, Didáctica Ed., 2001; Friedrich Schiller, Sobre a Educação Estética do Ser Humano numa Série de Cartas, INCM, 1994.
Das imagens: Randall M. Hasson, Exhortation (If not me, whom? If not now, when?); in Australian Ejournal of Theology... longing for eternal life; Gian Lorenzo Bernini (execução de Antonio Raggi)... interior da igreja de S. André no Quirinal; Mutsumi Ishibashi... floresta de Kumano, Japão; Monte Leconte (?).

11 comments:

Leonor said...

é sempre um prazer passar por aqui

beijinhos

Rosalina said...

Outra conta de vidro...

Su said...

gostei....

jocas maradas...sempre

Gi said...

Em primeiro lugar os meus parabéns pela inovação no campo da música. Muito agradável a escolha . Depois resta-me acrescentar que para vir aqui é necessária mais do que disponibilidade temporal, é necessária a mental também. Gostei do que aqui deixaste, agora vou-me (ainda) pensativa .

Um beijinho

# said...

...tanta paz.

meu doce e raro G.
_______________________________


É tão difícil, Tentar
dar-me como o trigo
A toda a fome ignorada,
Consentir que me triturem
As duras mós da fadiga,
Calar cá dentro o protesto
De mil renúncias custosas
E não ser capaz, não ser,
De cumular o abismo
Que nos separa.



Frei M.Branco
_____________________________



beijo.meu.

Gi said...

Berenice e Eridanus

Votos de um BOM ANO extensível às respectivas famílias. Que seja um ano de concretizações a nível pessoal e profissional.

FELIZ ANO NOVO


Um beijinho

barb michelen said...
This comment has been removed by a blog administrator.
keila, a Loba said...

Oceânico demais para uma pobre Loba Uivaaante... mas ainda assim nã deixo de me regozijar ante a tua sensibilidade, amigo.

BeijUivoooooooooossssssss da Loba

Gi said...

Eu bem passo por aqui para ver se há novidades mas o Eridanus e a Berenice parece que não estão com muita vontade ou muito tempo disponível. Deixo um beijinho

nana said...

sim, eterna...

sempre.





..

Piratas e Espadachins said...

Regressámos! E estamos no Baleal...

Venha logo visitar-nos
Que nunca faremos mal
A quem venha procurar-nos
Nas traseiras do quintal...

Os Piratas